posts recentes
arquivos

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


tags

todas as tags

Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010
1ª Reunião com os orientadores

Nesta primeira reunião com os orientadores e colaboradores destacamos os seguintes assuntos:


IDENTIDADE 

É necessário a criação de uma identidade de raiz.


DESIGN
É necessário a criação de dois tipos de interface: um portal (backoffice de utilizador) e uma interface para a STB.


FUNCIONALIDADES
.Aproveitamento/upload de recursos visuais e acústicos de outras aplicações online.
.widgets e outras informações adicionais relevantes.
.Slide-show com banda sonora.
.Edição de conteúdos da parte do utilizador.
.Adequação desses ambientes a diversos tipos de eventos/organizações.
.Partilha desses conteúdos com outros utilizadores.


RESUMO
Partindo da ideia inicial, durante a reunião foram abordadas outras ideias subjacentes ao propósito principal, tais como o aproveitamento de conteúdos já existentes versus conteúdos produzidos especificamente e a inserção de outros pequenos widgets na aplicação (informação metereológica).
Se inicialmente o projecto tinha como ideia base a criação de ambientes acústicos e visuais para o ecrã de televisão e o upload desses conteúdos via online através de um portal de apoio paa o efeito, nesta reunião debateram-se outras hipóteses quase todas relacionadas com as fontes de alimento (conteúdos) desses amibientes.


Ao invés de uma produção de conteúdos falou-se em facilitar ao utilizador a edição dos seus próprios conteúdos.


Outra opção seria a de esta aplicação poder “beber” informação que se pudesse relacionar de alguma maneira com estados emocionais (dados de mood que alguns blogs possuem, etc.) e a partir dela “tecer” um malha de conteúdos adequados ao estado emocional do utilizador (com base em informação retirada de registos actualizados do utilizador em questão num outro serviço ao qual este fosse “beber”, por exemplo).


Automatização do sistema de modo a reduzir ao máximo a intervenção do utilizador com a aplicação (reduzir o número de cliques). Por outras palavras, tentar criar um sistema que consiga “adivinhar” através de dados presentes noutras aplicações online tais como, blogs, redes sociais, bancos de imagens ou música, os gostos do utilizador perante uma diversidade de escolhas previamente selecionadas.


Acréscimo de outras funcionalidades tais como a criação de um serviço de despertar colectivo associado ao conceito de rede social, a selecção de conteúdos com base em temas, acontecimentos familiares, particulares, basicamente da adequação dos conteúdos a uma situação específica tal como é o caso dos restaurantes, ou de um outro tipo de empresa/estabelecimento comercial. A adequação a possiveis ambientes dentro de casa tais como um jantar romãntico, uma tarde de estudo ou um encontro de amigos (a situação do slide-show das férias com banda sonora/ou não no background).


Falou-se ainda em partilha desses conteúdos numa rede de utilizadores desse serviço com um sistema de rating associado, etc.


Foram apresentadas algumas ideias em relação ás tecnologias a utilizar nas STB (PF e TASMAN) assim como de tecnologias server-side e algumas das opções que temos nesse campo.


JOÃO E. | RENATO COSTA | TIAGO F. | RICARDO C. | MARTIM S


tags:

publicado por ricardodcarvalho às 12:11

1

De pamado a 26 de Fevereiro de 2010 às 16:52
Estou a "dar uma volta na Net" à procura de referências que vos possam vir a ajudar no UXD. Dei de caras com esta referência que de certeza que vos será muito útil na próxima fase:
http://www.uxmag.com/design/rich-internet-application-screen-design


Comentar post